10 agosto 2010



- No bairro alto, uma noite, uma rapariga que esta tristíssima sentada num passeio agarrada ao telemóvel e esta a chorar; e há um rapaz que passa e que vê a rapariga e ele pensa “eu tenho de fazer sorrir esta rapariga”. E aquilo tornasse o objectivo dele naquela noite. Ele vai contra os candeeiros, ele dá cambalhotas, ele faz o pino, ele cita sketches dos Monty Python …e ela finalmente… sorri.


- É uma boa história.


- Não acaba aqui… Vão para casa os dois. Num dia beijam-se, no outro despem-se, ok. Parecia que estava ali a começar uma coisa muito muito bonita entre eles… Uma história de amor absolutamente arrebatadora. Um dia ele acorda olha para o lado e ela não está lá… Há um bilhetinho na mesa de cabeceira e nesse bilhetinho sabes o que é estava escrito?


- O quê?


- Estava escrito "Desculpa… Tu fizeste me sorrir, mas ele faz-me chorar…"

01 agosto 2010

à noite deito-me com uma ideia, de manhã acordo vejo que talvez não valha a pena.

bolas!